quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Naturismo, nudismo, topless e afins

Todos temos os nossos costumes e um dos meus é ligar a tv do quarto assim que acordo, independentemente da altura do dia. Acontece que como a tv é mais velhota só sintoniza os 4 canais portugueses por isso lá me tenho que contentar com os programas das marias e dos manéis até me passar a preguiça e levantar-me.
Pois hoje de manhã no belo do "Você na TV!" da TVI a conversa despertou-me a curiosidade. Falava-se em fatos de banho de mulher e homem que se usam actualmente. Uma das convidadas, cujo nome é qualquer coisa qualquer coisa e qualquer coisa, expert em etiqueta dizia que fio dental na praia devia ser proibido porque as pessoas não têm que ver as partes mais íntimas e blá blá blá. Mas depois dizia-se fã e apologista do naturismo!
Por outro lado estava lá o Sr. Zezé Camarinha que é contra as tangas e o naturismo e tudo o que respeita a isso. Fiquei admiradíssima! Quem diria!
A única pessoa com bom senso no meio daquela confusão foi a Yo Apolloni. Claro que por não ser de origem portuguesa, apesar de viver em Portugal há anos, tem outra mentalidade que vai de encontro às minhas crenças.
Ora bem... Eu já fiz naturismo; não o faço agora porque as circunstâncias da minha vida alteraram-se e já não me faz sentido fazê-lo, mas faço topless. Ao contrário do que foi para lá discutido a minha intenção quando o faço não é chamar a atenção de ninguém. Faço-o porque odeio marcas e porque o meu corpo o permite. Pior seria se tivesse um cú de metro e meio cheia de banhas e estrias... (acho eu claro). Não serão as vozes contraditórias sinal de dor de cotovelo? Eu não me vejo a vestir top's com cinco marcas brancas no caminho... não é esteticamente bonito. Eu que tenho problemas de auto-estima tento não tê-los e essa é uma forma. Não gosto de marcas e se calhar se a praia de naturistas mais próxima não fosse só o Meco talvez eu até voltasse a fazer naturismo porque lá ninguém se importa com o corpo do do lado nem ninguém critica quem pertence à classe dos tecidos...
É tudo uma questão de bom senso!