quarta-feira, 27 de junho de 2007

Sofrimento


Desde que voltei de férias que tenho feito turnos sem parar. Turnos pesados fisicamente mas muito mais emocionalmente.

Se no Inverno temos a companhia dos velhinhos com infecções respiratórias nas últimas semanas temos tido a companhia de jovens e adultos com neoplasias em fim de vida. Tem sido duro ver morrer tanta gente em tão poucos dias.

Sinto-me esgotada.

Há dias em que simplesmente peço a Deus que os leve depressa. Perdoem-me o egoismo mas há dores que me matam.

2 comentários:

Lifepassenger disse...

Sei que temos dias que nos deixam em baixo, mas acredite que melhoram!

Para mim basta umas boas lambidelas do meu Cão, um café com amigos e estar com quem nos quer bem para "levantar o Astral".

Coragem!

Ena Rot disse...

E somos tão poucos, não é?
E vê-mos que muitos estão no desemprego, não é?
E quase só temos tempo para dar resposta às prescrições médicas, não é?
E muitos dias nem tempo temos para comer, não é?
E quase todos os dias saímos depois da nossa hora, não é?


Fui bem acolhida no meu novo serviço, nem tudo é mau...


Força amiga, entendo-te, um dia destes apareço.
abraço